Ciência >

Conhecimento básico da filosofia

• 1456 dias astrás

Os amantes de filosofia têm uma grande curiosidade sobre seu conceito e qual o seu significado mais básico. Para a surpresa de alguns, a palavra em si é a junção de 'amor, amizade e conhecimento'. 

LEIA MAIS: PROVA DE FILOSOFIA

De acordo com registros históricos, o termo 'filosofia' foi criado por Pitágoras de Samos. A história conta que um rei solicitou a ele demonstrar sua sabedoria e Pitágoras, por sua vez, disse-lhe que ele não era um homem sábio, e sim, um filósofo - ou seja, 'amigo' da sabedoria [daí o sentido da palavra].

Na Grécia Antiga tentaram definir a palavra por um sentido considerado, por eles, 'melhor e mais amplo'. Platão, então, mostrou que 'amor' [filos] significava, neste âmbito, carência. Ou seja, o desejo por algo que não se tem [no caso, a sabedoria e o conhecimento]. Logo, de acordo com Platão, a filosofia é uma carência, somada aos recursos para buscar o que se precisa. Filósofo, portanto, não é aquele que possui o saber, mas sim, aquele que busca o saber continuamente e incessantemente. 

No período Medieval, a filosofia passou a ser considerada uma investigação racional que foi, de maneira errôena, colocada à serviço da fé. O advento do cristianismo e sua inclusão no Império Romano, juntamente com o surgimento da Igreja Católica, desenvolveu um modelo de estudo e de aquisição de conhecimento, como uma razão discursiva que justifica a compreensão de textos sagrados.

LEIA MAIS: ATEÍSMO

Conhecimento básico da filosofia
Imagem: espirito.org.br [reprodução].