Filosofia >

Bertrand Russell (2)

• 2042 dias astrás

Continuação de Bertrand Russell

Podemos considerar a teoria das descrições de Russell como uma ilustração dessa técnica analítica. Descrever é escrever uma frase na qual um objeto ou uma pessoa é especificada por qualquer uma das propriedades ou qualidades associadas com ela ou ele, e não por um nome. Por exemplo, “Barack Obama” é um nome, enquanto o atual “Presidente dos Estados Unidos da América” é uma descrição. Descrições sempre causaram muita confusão entre os filósofos. Por exemplo, Meinong era da opinião de que, como podemos realmente dizer: " A montanha de ouro não existe" deve haver tal objeto como a "montanha de ouro" embora deva ser um objeto inexistente. Da mesma forma, quando dizemos "O quadrado redondo não existe" parece que estamos atribuindo algum tipo de existência para o "quadrado redondo" , que não é uma coisa, que não existe.

A teoria das descrições superou essas dificuldades com uma análise das proposições e sustentou que a estrutura gramatical de uma proposição é diferente de sua estrutura lógica. Por exemplo, quando se diz "Scott é o autor de Waverly" significa logicamente "Uma e apenas uma pessoa escreveu Waverly e que o nome desse homem era Scott. " Ou de uma forma mais lógica, "Há uma entidade c tal que a declaração 'x escreveu Waverly ' é verdadeiro se x é c e falso em caso contrário" (sendo c, Scott) E em notação simbólica, ( $ x ) { [ Wx · ( Wy E y = x ) ] · Sx } Quando esta teoria é aplicada a declarações como "A montanha de ouro não existe", é visto na análise que a "montanha de ouro" não está a ser mencionada quando esta declaração é dita. Sua estrutura lógica é: "Não há nenhuma entidade k tal que “x é de ouro e montanhoso” que é verdadeira quando x é k, mas não o contrário." Em palavras simples , isso significa algo como: “Não há nenhum objeto no mundo, que corresponde à descrição de ser dourado e montanhoso”. Deste modo, a análise remove as confusões associadas com as descrições.

Quer ler mais sobre filosofiaciênciaeconomia e história? Acesse o maior portal de filosofia do país, A Filosofia!

Por: Caio Mariani | www.afilosofia.com.br | caio@afilosofia.com.br | Imagem: i.imgur.com/wae5U.jpg

filosofia | bertrand russell | russell | filosofia russell | filosofia bertrand russell | resumo russell | resumo bertrand russell | historia russell | historia bertrand russell