Filosofia >

A Sociabilidade dos telefones

• 2225 dias astrás

Para falar sobre o telefone, gostaria de analisar um pouco como uma tecnologia nova de comunicação afeta diretamente nossas relações e consequentemente catalisa nossa produção de conhecimento cientifico e filosófico.

O surgimento da escrita, por exemplo, possibilitou pela primeira vez o afastamento do corpo na comunicação, ou seja, a presença física passou a não ser mais necessária. O desenvolvimento desta tecnologia teve seu ápice no alfabeto grego (a base das línguas ocidentais), além de permitir economia de energia com a memória, usando esta penúltima para a busca de novas descobertas, a escrita encurtou a distancia do mundo, desembocando assim no surgimento da Filosofia na Grécia Antiga.

O surgimento do telefone, do telefone público - "orelhão" como falamos no Brasil, em Portugal eles fazem piada disso - e do celular encurtaram cada vez mais a distância até o seu fim, não existe mais distância entre os atores e cada avanço nas tecnologia dos meios de comunicação acarreta uma mudança social e cultural no seu tempo.

Os "smartphones" mudaram ainda mais o nosso conceito geométrico, estes permitem interagir também com os espaços geométricos (físicos), temos informações de restaurantes, hospitais, postos de combustíveis, e podemos até saber opiniões de pessoas que já frequentaram.

Muitos porém entendem que isso é o caminho para o fim da comunicação física. Para falar sobre isso gostaria de colocar um resumo do resumo de um trecho do livro "Fredo" de Platão, onde temos Socrátes contando uma história sobre Thamus, um rei do Egito, que quando recebeu a visita do deus Thoth, este último contou que havia inventado a escrita e que era para ser ensinada a todos, Thamus porém retrucou dizendo que a escrita iria acabar com a memória, deixando os homens esquecidos.

Como vemos Thamus se enganou, hoje em dia temos os nossos Thamus que pensam que as tecnologias irão acabar com o contato físico, quando na verdade de uma forma ou de outra  iremos aprender a compreender e negociar com essas novas formas de comunicação, o ser humano não vive sem sentir o gosto doce de um toque.

Quer ler mais sobre filosofiaciênciaeconomia e história? Acesse o maior portal de filosofia do país, A Filosofia!

Por: Caio Mariani | www.afilosofia.com.br | caio@afilosofia.com.br | Imagem: bainhadefitacrepe.files.wordpress.com

a filosofia | filosofia | telefone | smarthphone sociabilidade | telefone sociabilidade | comunicação | telefone celular | celular