Economia >

5 Coisas Inventadas Graças ao Marketing

• 1637 dias astrás

O trabalho do marketing tem como objetivo a criação de necessidades, desenvolvendo estratégias que transformem produtos e serviços que sejam irresistíveis ao consumidor, para então vender com lucro máximo. Este é um dos grandes objetivos do segmento, porém a relação entre criação de produtos e venda é facilmente notada.
 
Assim há datas comemorativas, eventos e personagens que foram criados em especial para esse foco. A mistura para bolo é um dos produtos inventados graças ao marketing.
 
Este produto foi criado na década de 30 pela companhia denominada P. Duff and Sons, dos Estados Unidos. A idéia surgiu da empresa, para desenvolvimento de mistura seca para bolo e bolachinhas de gengibre, focando em eliminar grande estoque de melaço que possuíam.
 
O Papai Noel, popular como bom velhinho de barba branca e roupa vermelha, é mais um produto do marketing. Anterior à década de 30, o personagem dono deste posto natalino era São Nicolas. Mas aí, o grupo da Coca-Cola decidiu gerar nova representação para o personagem, e a imagem foi popularizada pelo planeta.
 
Até o momento de criação do fabricante pela necessidade do uso de desodorantes, em combate aos odores das axilas, não havia muita preocupação com este detalhe. Existiam produtos para este objetivo, porém, a popularização iniciou pela década de 20, com Edna Murphey.
 
Ela é filha de inventor que tinha criado um líquido para que as mãos dos cirurgiões ficassem secas. Edna descobriu outra finalidade para esta substância, em acaso, e decidiu partir pelos Estados Unidos, para convencer o mundo de que o uso do desodorante diariamente é importante, o que foi feito com êxito.
 
Mais um produto que foi inventado graças ao marketing é o rolo de papel higiênico. Este produto não iniciou a circulação até 1857, quando era vendido em forma de pequenas caixas, parecido com lenços que são vendidos atualmente.
 
A nova versão, em formato de rolo, foi criada por irmãos Scott, da popular companhia Scott que permanece na atividade. E foi no ano 1890, em impulso de vendas de papel por esta empresa.
 
O embalsamento é mais um exemplo do marketing. O Brasil não possui costume de embalsamar mortos para preservação dos corpos, porém a prática é considerada corriqueira pelos Estados Unidos e em mais países.
 
Porém, este hábito de submeter cadáveres em processos químicos para que sejam conservados e também apresentáveis para funerais, foi iniciado após a Guerra de Secessão pelas 2 companhias que desenvolviam formol.

Filosofia | 5 Coisas Inventadas Graças ao Marketing

Leia também 3 Crianças Gênios e Suas Grandes Descobertas, e Copa do Mundo e Filosofia: Abordagem Filosófica do Futebol.