Filosofia >

3 Frases Famosas de Filósofos, Mas que Nunca Foram Ditas

• 1724 dias astrás

A mania de citar filósofos famosos para que a informação ganhe aspecto de seriedade e importância é corriqueira para a sociedade em geral. Porém, o problema é que algumas das frases filosóficas que se tornaram famosas em multidões, na realidade, nunca foram ditas.
 
E de acordo com Gianpaolo Dorigo, professor de filosofia, a tentativa de expressar idéias de um filósofo com única frase é um erro, pois mesmo estando correta a citação, em diversas vezes são tiradas de contexto, induzindo ao erro.
 
A frase “Os fins justificam os meios”, que é atribuída a Maquiavel é um destes casos, e o problema foi tentativa de simplificação da idéia de “O Príncipe”. Esta frase é a mais famosa atribuída a Nicolau Maquiavel, porém nunca foi dita pelo mesmo; o erro é a tentativa de condensar a idéia da obra do filósofo “O Príncipe”.
 
No capítulo 18, surgem os trechos “... um príncipe (...) não pode observar todas as coisas pelas quais os homens são chamados de bons, precisando muitas vezes, para preservar o Estado, operar contra a caridade, a fé, a humanidade, a religião.”.
 
Neste caso, “preservar o Estado” está ligado aos fins e “operar contra a caridade etc...” tem relação com utilização de quaisquer meios. Ainda neste capítulo, Maquiavel afirma “nas ações de todos os homens, especialmente nas dos príncipes, quando não há juiz a quem apelar, o que vale é o resultado final”; ou seja, simplificação muito pobre.
 
A próxima frase não dita é “Creio porque é absurdo”, esta atribuída a Santo Agostinho; seria um erro pela mania de tentar resumir pensamento em apenas uma frase. Anteriormente de atribuição ao Agostinho de Hipona, esta frase tinha sido atribuída a Tertuliano.
 
Essa situação com a frase é ligada a valorização da fé expressa por 2 pensadores cristãos; estes diziam acreditar em coisas que pareciam incríveis. O problema é na tentativa de resumir idéias dos 2 com uma sentença curta que não surge de forma explícita em suas obras.
 
A próxima frase filosófica não dita é “Só os mortos conhecem o fim da guerra”, atribuída a Platão. No discurso do militar norte-americano Douglas MacArthur , nos anos 60, o mesmo atribuiu a afirmação ao Platão. Mas, estas palavras foram escritas pelo filósofo, ensaísta e poeta espanhol, George Santayana, em “Solilóquios na Inglaterra”, o livro de 1922.
 
Após o final da Primeira Guerra Mundial, George escreveu “E os pobres coitados acham que estão a salvo! Eles acham que a guerra acabou! Apenas os mortos viram o fim da guerra”.

Filosofia | 3 Frases Famosas de Filósofos, Mas que Nunca Foram Ditas

Leia também 6 Filmes para Conhecer de Forma Crítica a História, e Mulheres de Negócios Mais Poderosas do Mundo.